Paranoia Literária no ar

Por Redação Entrecultura - 19/04/2016 16h13

 

omp

Um convite para escrever sobre literatura poderia passar despercebido, algo banal, mas não quando amamos esse campo da arte. Mil e uma ideias surgiram desde o primeiro contato com a equipe do Entrecultura, convite aceito e transformado em viagens físicas e mentais. Novas amizades, núcleos de pesquisas descobertos, garimpos em sebos, ligações para outros estados, lançamentos de zines, de livros, abordar a poesia em suas múltiplas linguagens e se deliciar a cada entrevista nova. Um passeio pelo Piauí e seu vasto campo de produção. Me parece que o convite era um trevo de quatro folhas disfarçado.

Durante todo o tempo de pré-produção do Entrecultura, com muito carinho fui criando a coluna Paranoia Literária, um espaço para se trabalhar do micro ao macro. Do que acontece em Teresina, das produções piauienses até os bastidores do ultimo premio Hugo de ficção cientifica e fantasia ou o lançamento da mais nova hq da chinesa Belle Yang, por que não? Embora a Paranoia Literária seja um espaço virtual livre para abordar qualquer conteúdo de importância para as discussões sobre arte e cultura, o foco será nossas produções locais, em uma jornada que possibilite formar conteúdo literário do que melhor produzimos. Escrever sobre o que acontece no meu estado é um dos raros casos que olhar para o próprio umbigo não é um ato egoísta e mesquinho: é compartilhar conhecimento e projetar nossos artistas e obras com a intenção que eles ganhem e corram o mundo.

Vem coisa boa por ai? Vem! Pode apostar. Aliás, fique mais um pouco por aqui, o próximo texto é sobre o lançamento do livro O que acontece quando não estamos olhando, ficção cientifica do autor piauiense Agostinho Torres. As novidades já começaram. A casa é de cada um de vocês! Boas leituras.

Comentar