Um tanto pranto: poemas de Fabrício Santos

Por Redação Entrecultura - 06/05/2016 10h14

zine

Poemas são pássaros, mais cedo ou mais tarde querem (e vão) voar. Fabrício Santos é graduando em Letras Português pela Universidade Federal do Piauí, integrante da banda O carteiro, pai de poemas e músicas. Divaga nas horas vagas sobre suas várias formas inusitadas de existir, reclama gritosamente da inércia alheia e da sua pressa de viver.

zinee

 

Recentemente lançou Um tanto pranto: zine poético  pronto para voar e pousar nas mãos de quem sabe ouvir os cantos dos juritis, bem-te-vis ou as indagações de um poeta. Fabrício ver  sua primeira publicação como um engatinhar, primeiros passos no campo de expor sua obra ao público. Enxergou nos fanzines uma forma de burlar as burocracias da publicação dos livros formais: contratos, editoras, investimento alto, tudo foi deixado em outra esfera. Aqui e para hoje temos a experiência de um jovem que por conta própria bancou a tiragem de 80 exemplares de sua primeira obra. Um tanto pranto abriu portas, o poeta vem participando de intervenções poéticas, bate-papo sobre publicações independentes e espalhando sua poesia por onde passa.

zineeee

 

“A publicação independente tem um gosto de dever cumprido, de controlar tudo o que se faz e ao final estar satisfeito em ter participado de todas as fases de publicação, desde o planejamento até a circulação; é um trabalho excessivo, mas compensador” – é o que Fabrício nos fala de sua experiência. E você, ficou curioso pelo trabalho? Quer conhecer? Um tanto pranto está disponível na internet  no seguinte endereço: https://issuu.com/fabriciosantos67/docs/zine_1_issu

Boa leitura!

Texto: Ariadne Chaves

 

 

Comentar