A importância dos projetos fotográficos

Por Redação Entrecultura - 15/02/2017 23h52

Projetos fotográficos mantêm acessa a chama da criatividade e personalidade na sua Fotografia!

Encontro sempre fotógrafos ou, na sala de aula, quando estou ministrando cursos e workshops de Fotografia, pessoas que me perguntam:

“Adriano, por que você cria tantos projetos autorais e para quê?” Outros perguntam sobre retorno financeiro e vários outros questionamentos, na maioria das vezes, mais pragmáticos que subjetivos.

Bem, o projeto fotográfico, para mim, mantém acessa essa chama de criar sem estar atrelado ao pedido pessoal de um cliente. Ali prevalece quem sou e o que penso.

Projeto Chromapele
Projeto NuPiaui
Projeto ENTRE-LAÇAR

Gilson Lorenti, um grande fotógrafo e artista, certa vez me enviou uma matéria, que havia escrito meses atrás, onde ele explica sobre o modo de viver e sentir a arte na Fotografia.

“Um momento crucial na vida de todo artista é quando começa o auto-questionamento. Qual minha visão, meu objeto, qual o rumo de minha produção? Quem não se encontra no meio artístico pode achar isso uma coisa sem importância para o fotógrafo, mas em um momento isso acaba pegando, principalmente depois de alguns anos dentro da fotografia. Você passa a questionar se todas aquelas fotos que produziu dentro de assuntos variados podem ser classificadas como uma produção artística coerente. Se tudo aquilo vai ser encarado por quem observa como um trabalho representativo de sua visão. Nesse momento você passa a procurar um foco, uma direção, uma maneira de tornar tudo relevante. Você passa a procurar sua unidade formal (estilo, técnica, olhar) e a sua unidade temática (temas relativos à sua produção, a história que você vai contar, compor). É nessa hora que a mente trava e você se desespera.”

Esse trecho de seu escrito me despertou, de alguma forma, a certeza de que eu estava no caminho certo, na busca de mim mesmo.

Então, realizar um projeto, o mais simples que seja, vai te ajudar a manter-se ligado à sua própria essência. Dará a você a certeza de que está se desafiando sempre e te fará se reconhecer enquanto fotógrafo e artista.

Não precisa de muitos recursos e nem mesmo de alto investimento. Esse tipo de trabalho pode ser realizado a partir de qualquer coisa, como, por exemplo, de um fato que você passa a observar com mais atenção e com o qual poderá interagir a fim de atribuir o seu ponto de vista ou criar algo. As imagens devem formar um conjunto que possibilite ao observador sentir o que você tentou transmitir.

Sinta-se enquanto fotógrafo, transpire na sua criação e ESTUDE MUITO.

Comentários

Francisco Carlos Pontes

Uma arte difícil de caracterizar devido a sua grandiosidade. No entanto, percebe-se o encontro do artista enquanto artista…
Arte desnudada é isso. Nos deixa até perplexo da capacidade da criação. Abraços, Adriano… você começa a se encontrar na arte dos desencontros… isso é sabedoria.

17 fev, 2017 Responder

Marcelo Mendes

Trabalho excepcional! Mesmo esse sendo alvo de críticas invejosas, você merece todo esse reconhecimento meu amigo e mais isso só mostra que esse é o caminho.

16 fev, 2017 Responder

Comentar