Escola de Jazz é inaugurada na cidade de Pedro II

Por suporte - 17/06/2017 13h19

A cidade que tem tradição no artesanato e grande potencial na área do turismo também realiza, há 14 anos, um dos maiores festivais do Estado, o Festival de Inverno de Pedro II.  Com o intuito de influenciar os artistas locais e revelar novos talentos, foi inaugurada a Escola de Jazz, que irá funcionar dentro do Memorial Tertuliano Brandão Filho, o local também ganhou modernização e nova cenografia. Confira abaixo imagens da entrega de inauguração.

 

O Memorial, que é uma das casas que pertence à Secretaria Estadual de Cultura, passou por modernização e melhorias em toda a estrutura para poder abrigar as aulas de jazz e blues. Foram adquiridos inicialmente duas guitarras, um baixo, duas baterias, um saxofone e três caixas amplificadoras. Os professores da Escola de Música Possidônio Queiroz iniciarão as aulas, que acontecerão semanalmente.

“Esse memorial não estava sendo aproveitado, o que nós fizemos foi um espaço multiuso, que vai funcionar aulas de teatro e a nossa escola de jazz, isso vai ajudar a lapidar os grandes artistas dessa cidade”, afirma o secretário estadual de Cultural, Fábio Novo.

O Memorial Tertuliano Brandão Filho ganhou nova ambientação com mobiliário de época e inserindo principalmente a arte local. Além da adequação para as aulas de jazz, o espaço ganhou peças da artesã Maria do Pote, do povoado formiga, e telas do pintor Batista, que vende e expõe suas obras dentro e fora do Brasil. “Nós partimos da ideia de juntar o mobiliário de época e inserir a identidade local e cultural dessa terra, que são representados por esses dois artistas”, conta o cenógrafo Igor Carvalho, responsável pela nova ambientação do memorial.

O espaço ainda possui um palco e tem um café bar que vai receber o projeto Boca da Noite uma vez por mês.

Fonte: ASCOM Secult

Comentar