Seminário discute saúde indígena no Piauí

Por suporte - 05/12/2017 12h25

Seminário discute saúde indígena no Piauí

Evento trouxe lideranças indígenas de outros estados.

Denise Nascimento
Seminário em Saúde Indígena do Piauí (Denise Nascimento)

Com o intuito de fortalecer a luta dos povos indígenas na construção de uma nova realidade a esses povos, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) realizou o I Seminário em Saúde Indígena do Piauí. O evento ocorreu nesta segunda-feira (4), no auditório do curso de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí (UFPI), durante todo o dia.

“É uma conquista participarmos de discussões a cerca da saúde dos nossos povos e construirmos novas realidades para as políticas públicas do Piauí”, disse Ninawá Inu Huni Kui, liderança indígena do Acre.

O seminário é baseado nas ações que o projeto Piauí tem Índio Sim vem desenvolvendo em todo o estado. “Temos a perspectiva de discutir a questão das políticas públicas voltadas para as populações indígenas com o objetivo de fortalecer as políticas nacionais de saúde dos povos indígenas”, comenta Gilvano Quadros, coordenador de equidade.

O encontro vem para fortalecer a educação permanente dos profissionais de saúde do SUS com temas relacionados à saúde dos povos indígenas, alinhados com a Política Nacional de Atenção à Saúde, além de incentivar, promover e divulgar espaços de negociação permanente entre gestores e esses povos. “É um público que tem características e cultura diferenciadas, por isso, precisam de políticas específicas para esses povos indígenas”, comenta Gil Carlos, presidente da APPM.

“O seminário traz essa perspectiva de uma organização e interação entre as instituições para dar assistência à saúde indígena”, comenta Epifânio Ferreira, organizador do Seminário de Saúde Indígena.

As discussões a cerca do tema visam promover no Piauí a integração entre os povos indígenas, gestores das políticas indigenistas e gestores do SUS, para que se apropriem dos conceitos e dos valores de participação dos vários segmentos sociais, de modo a facilitar a elaboração de políticas de saúde nos níveis municipal, estadual e nacional, como passos importantes para o fortalecimento e consolidação da democracia e da garantia do direito à saúde dos povos indígenas.

Fotos: Denise Nascimento 

Autoria: Denise Nascimento

Comentar