Você sabe o que é e pra que serve a Ouvidoria Geral do Estado?

Por suporte - 12/01/2018 13h21

A já famosa cantora e conhecida de todos, Soraya Castello Branco, trabalha com competência na direção da Rede de Ouvidorias Públicas do Estado do Piauí desde 2015. O objetivo é facilitar o atendimento ao cidadão, a troca de experiências, atender solicitações e manifestações registradas, para fortalecer as ferramentas de transparência e controle social.

Entrecultura foi conferir de perto.

 

 

 

Foto: Internet

 

 

 

Entrecultura:  Qual é a missão primeira da Ouvidoria Geral do Estado do Piauì?

Soraya Castello Branco: A Ouvidoria Geral do Estado  existe desde 2007, cargo criado pelo nosso governador Wellington Dias. A Ouvidoria auxilia o cidadão com as suas relações com o Estado.  Se  Existe uma reclamação ou denúncia a ser feita pelo cidadão com relação a qualquer tipo de serviço prestado pelo governo, esse é o local correto.

Desde  atraso no recebimento de uma documentação a agendamento de serviço que não tenha acontecido. Tratamos todas essas solicitações de forma técnica, com uma triagem  para descobrir de qual orgão do governo aquela demanda deve ser atendida.

 

 

 

Entrecultura: Como é a rotina de auxílio ao cidadão na Ouvidoria Geral?

Soraya Castello Branco: Ajudamos o cidadão com noções básicas de como determinada solicitação tramita, quanto tempo demora, atendimento jurídico e afins. Muitas vezes as pessoas chegam aqui chateadas com determinada situação que ainda não foi solucionada. A ouvidoria desempenha muito a função de orientar na rotina desse tramite.

Aqui não é só local de “reclamação”.  A Ouvidoria também  é o local certo para boas sugestões.  As vezes  uma política pública que já foi definida e naquele momento não está sendo aproveitada e realizada da forma que deveria, o cidadão pode vir aqui e nos comunicar, podendo sugerir mudanças ou alternativas. Afinal de contas é o próprio cidadão que sabe como funciona na real esses serviços.

 

 

Entrecultura: Como é feita a triagem das manifestações?

Soraya Castello Branco: Aqui na Ouvidoria Geral do Estado, toda manifestação é protocolada através de um ofício. Temos ainda um prazo para trabalhar e solucionar o que nos está sendo questionado e solicitado.  Trabalhávamos com o prazo da Lei de Acesso a Informação, porque a Ouvidoria não deixa de ser um canal de acesso a determinado serviço. Em Junho de 2017 foi implantada uma lei  federal que determina um prazo de 30 dias para a solução de cada manifestação.

 

 

 

Entrecultura: E se nesses 30 dias a questão não for solucionada?

Soraya Castello Branco: Além  da triagem da  informação, que nos chega através de emails e do Disque 162, fazemos  um contato direto com o cidadão para que possamos entender melhor as necessidades e particularidades daquela manifestação.  Quais as dificuldades, em qual orgão do governo está determinada “questão” e qual situação. Daí é gerado um protocolo, através de um sistema interno da Ouvidoria  e por fim, encaminhado um ofício para a secretária ou orgão público, incluindo para o  gestor competente, para que aquela demandada seja solucionada.

A ouvidoria Geral do Estado acompanha  o questionamento feito pelo cidadão durante esses 30 dias, cobrando as devidas soluções para os orgãos competentes.  E ainda existem os Ouvidorias setorias, os orgãos macros como: saúde, educação, DETRAN, enfim, são mais de 10 secretárias com suas próprias Ouvidorias.

Quando a “resposta oficial”  chega até aqui, na Ouvidoria Geral,  através de um ofício, prestamos conta imediatamente para o cidadão.  Se ” determinado” problema demora mais de 30 dias para que tenhamos a devidas solução e nossa obrigação manter o cidadão informado sobre cada passo do tramite.

 

 

Entrecultura: Quem procura mais  Ouvidoria Gearl do Estado? 

Soraya Castello Branco: Sempre o cidadão que ainda acredita  no governo, acredita nos orgãos e nessa relação aberta entre governo e povo. E é sempre bom lembrar, que “essa relação” não é um favor que prestamos, e sim um direito das pessoas. A Ouvidoria Geral do Estado trabalha diariamente com o intuito de ampliar esses servições e estreitar essas relações  com a comunidade.

 

 

 

 

Entrecultura:  E o que de novo já foi implantado na sua gestão?

Soraya Castelo Branco: Facilitamos o acesso através do Disque 162, agora podemos receber ligações de celular e do interior do Estado com a maior facilidade. Temos agora também um aplicativo de celular” Gestão Transparente”, que qualquer pessoas pode baixar no celular. Esse aplicativo foi desenvolvido em parceria com  a UESPI . São 03 serviços incluídos no aplicativo de celular: Ouviroria Geral do Estado, Controladoria e Coordenação de comunicação do Estado.

 

Comentar