“Insistir como modo de existir”: JUNTA Festival acontece em Teresina e no Rio de Janeiro, confira programação!

Por Redação Entrecultura - 01/11/2018 00h10

Vai ter JUNTA sim! Após dois adiamentos por questões de ordem econômica, o JUNTA – Festival Internacional, além de lançar programação para Teresina (entre os dias 14 e 18 de novembro), anunciou parceria com o Festival Panorama, um dos maiores festivais de dança do Brasil, que viabilizou a realização do festival piauiense no Rio de Janeiro, entre os dias 08 e 12 de novembro.

Evento de lançamento do JUNTA (Foto: Caio Burno)

O evento, idealizado pelos artistas e gestores culturais Datan Izaká, Janaína Lobo e Jacob Alves, nesta edição traz o subtítulo Acampamento Selvagem. Segundo Jacob Alves, o termo Acampar diz respeito a preocupação com o fim de espaços destinados a cultura, e Selvagem fala sobre o atual contexto político e a importância da defesa da democracia.

Em entrevista ao Entrecultura, Datan Izaká avalia que o cenário cultural enfrenta um momento complicado, sendo assim a realização da quarta edição do JUNTA uma grande conquista. “Esse tem sido um ano difícil não só para a gente, mas isso reflete um cenário nacional, onde a gente tem percebido vários festivais deixando de acontecer, várias companhias se acabando, os espaços culturais estão fechando… Então, na reta final, depois de dois adiamentos estamos conseguindo realizar essa quarta edição, e embora com uma programação mais enxuta, só pensamos em não desistir, é um movimento de insistência, insistir como modo de existir”, reflete.

Em relação a parceria com o Festival Panorama, Datan explica que o JUNTA assina a curadoria dos espetáculos que estarão no evento, e levará ao Rio de Janeiro três trabalhos piauienses: “Treta”, da Original Bomber Crew, “Trindade”, da Só Homens Companhia de Dança, e “Entre”, assinado pelo próprio Datan. “Essa relação de ampliação do contexto mostra que o festival tem sido cada vez mais pertencente não só a Teresina, mas ao Brasil. As pessoas têm cada vez mais adotado e abraçado o festival, por entender o movimento e sua importância”, coloca.

A programação do JUNTA, que já trouxe a Teresina trabalhos de vários cantos do Brasil e do mundo, continua plural e diversa. Entre os nomes internacionais está Helen Cole, que já esteve em Teresina, com a residência artística “Breathe”.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

14 de Novembro – CAMPO

19h – Abertura

20h30 – Treta (Original Bomber Crew)

15 de Novembro – Escola Estadual de Dança Lenir Argento/Galeria Nonato Oliveira

16h – O Batedor de Bolsas (Dalton Paula) – videoinstalação

19h – Gentileza de um Gigante (Gustavo Ciríaco)

20h30 – Braços pra que te quero (Ireno Gomes)

21h30 – MONSTRA (Elisabete Finger)

16 de Novembro – CAMPO

16h – O Batedor de Bolsas (Dalton Paula) – videoistalação

19H – Trindade (Só Homens Cia de Dança)

20h30 – Consubstanciation (Dinis Machado)

21h30 – Travesqueens (Ricardo Marinelli e Erivelto Viana)

17 de Novembro – Biblioteca Cromwell de Carvalho

16h – O Batedor de Bolsas (Dalton Paula) – videoinstalação

19h – Nebulosa (Vanessa Nunes)

20h30 – Urubu também é Pássaro (Jacob Alves)

21h30 – Z (Alejandro Ahmed)

18 de Novembro – The Doors

16h – Acampamento Selvagem (encerramento)

Comentar