Artista plástico Fernando Costa ganha primeiro catálogo; lançamento ocorre no sábado (07)

Por Thais Guimarães - 05/12/2019 00h07

O saudoso Fernando Costa, artista plástico piauiense, vai ganhar seu primeiro catálogo, passados mais de 30 anos de sua morte. A iniciativa é do curador Guga Carvalho, que realizou o projeto através da produtora Piauí Cine Clube. O lançamento acontece neste sábado, às 9h, na Galeria de Artes do Mercado Velho, Centro de Teresina.

Obra de Fernando Costa

O catálogo será lançado na ocasião em que se encerra a exposição Fernando Costa: da Santa Ceia e Outros Avulsos, que ficou durante um mês na já citada galeria, trazendo obras inéditas do artista. “Tem sido uma exposição muito visitada, muito comentada, mas isso não era surpresa, pois muita gente esperava uma exposição do Fernando Costa, que apesar de ter morrido há mais de trinta anos, continua muito forte no imaginário da cena cultural. É uma referência incontornável. Ele é muito admirado por artistas de outros segmentos, além das artes plásticas. Havia uma certa saudade de muita gente em reencontrá-lo, muita gente que foi ver a exposição se emocionou. Há um vácuo.  Apesar de já terem sido feitas duas exposições nos últimos anos, uma pelo professor Paulo Vasconcelos, no Teresina Shopping, e outra na Casa da Cultura, quando o Cineas Santos foi presidente da Fundação Monsenhor Chaves”, declara Guga Carvalho.

O projeto da exposição e o catálogo são frutos de um longo período de pesquisa, contemplado pela Lei Estadual de Incentivo a Cultura (Siec). “A pesquisa inicial durou mais ou menos um ano e meio, sempre em diálogo próximo com a Hercilene Costa, que funcionou como uma consultora, por ter muito apreço e cuidado pelo legado do irmão. Terminei optando por quarenta obras, destas, trinta e oito não haviam sido mostradas antes. A escolha não se deu por um fetiche ao ineditismo, mas sim por serem os trabalhos dos últimos anos, aqueles que mais me despertam interrogações. Depois deste tempo, tentamos o edital do Siec, fomos aprovados e então pude contratar os artistas Phillip Marinho, Susi Castellano e Beto Cavalcante para desenvolverem a montagem, item essencial de uma exposição. Também contratamos uma equipe de mediação: Gomes Paraguaçu, Alana Santos, Thais Borges e Railane Raio, para receber o público e as muitas escolas que apareceram”, relembra o curador.

Exposição na Galeria do Mercado Velho

Com 48 paginas, diagramação de Pillip Xadai, fotos de Fábio Expiga e textos de Guga Carvalho, o catálogo poderá ser comprado na data de seu lançamento pelo preço promocional de R$ 5,00. “Para a capa escolhi um retrato em nanquim que é uma coisa. Me hipnotiza de tão enigmático. Parece um esguicho de tinta negra de polvo, uma obra muito forte. Pensar que uma obra assim ficou guardada por mais de trinta anos em uma pasta, em meio a tantas outras… É menor que um folha A4, e foi me conquistando, conquistando , assim como tempos atrás me seduziu a Santa Ceia, com seus personagens como ex-votos completamente inertes diante do destino, sobre um mesa tabuleiro”, conclui Guga.

A exposição e o catálogo de Fernando Costa também contaram com apoio da Fundação Monsenhor Chaves.

Comentar