Tu tá matando no nome de quem? Eletrique Zamba lança música em protesto contra feminicídio

Por Thais Guimarães - 06/01/2020 11h03

Tu tá matando no nome de quem? Esse é o questionamento colocado pela banda Eletrique Zamba com o single Feminicídio, lançado nesta segunda-feira (06) nas plataformas Youtube e Bandcamp. A faixa conta com a participação de mulheres, convidadas pela banda para participarem desse grito. A música também já está disponível no Entrecultura TV.

A música, cuja autoria é de Fábio Christian, tem uma técnica de composição diferente, como explica o próprio compositor. “Trabalhei a partir de um conceito de reformulação da afirmação do título de Killing In The Name Of (Matando em nome de…) para me questionar quanto agressor e assassino de mulheres: Tu tá matando no nome de quem? A letra não é exatamente letra, mas uma forma organizada de falar uma lista de nomes de mulheres assassinadas nos últimos dois anos, incluí entre elas, nomes de mulheres do meu convívio. Tive o auxílio da Lu Rebordosa na lista estatística que, inclusive, me ensinou que trans também é mulher. Construí direto em cima de um Loop de Killing In The Name”, informa Fábio.

O músico destaca que Feminicídio não se trata de uma simples música. “Eu diria que é mais uma ação do que uma música. Há métodos de Hip Hop na produção e usei técnicas usadas em construções de artes contemporâneas e conceituais”, revela.

Fábio Christian

Fábio Christian faz questão de ressaltar que foi imprescindível a participação das mulheres na execução da faixa, como respeito ao lugar de fala. “Como falar da dor de uma mulher se não sou mulher? Ainda que tenha presenciado, por exemplo, minha mãe agredida pelo meu pai, eu não sinto aquele constrangimento como mulher e, eu sou o agressor pelo simples fato de ser homem. Eu teria que me por no lugar da mulher para sentir pelo menos o rastro dessa dor e, no geral, nós homens somos incapazes disso. Então resolvemos entregar um lugar que a elas pertence, o lugar de fala. Assim, abrimos uma chamada pública para quem quisesse falar do assunto e consequentemente participar da faixa. Foram 40 mulheres, apenas seis toparam participar diretamente”, coloca.

Por fim, Fábio Christian fala sobre as novidades e demais projetos da Eletrique Zamba. “Estamos com nova formação. Agora, integram comigo Levi Nunes e Lucas Linhares. Ainda estamos trabalhando o Vol. 2 [disco] para 2020. Um full álbum”, conclui.

 

FICHA TÉCNICA

Produzido por Fábio Christian, Lívio Nascimento e Levi Nunes

Vocal: Giuliana Dias e Fábio Christian

Backing vocals: Bebel Frota & Thais Guimarães

Coro: Tahiana Meneses e Savina Alves

Discurso final: Marie Mendes

Guitarra: Lívio Nascimento

Sintetizador: Pedro Ben

Sample de Killing In The Name (RATM) por Brass Against

Comentar