Batuque Elétrico homenageia música piauiense com o álbum “Num outro olhar”

Por Thais Guimarães - 10/01/2020 12h35

Num outro olhar é o novo álbum de estúdio da banda Batuque Elétrico. Com 16 faixas, o disco traz releituras de sucessos e clássicos da música piauiense, homenageando os compositores da terra.

Capa do disco

Com 18 anos de estrada, a Batuque Elétrico sempre prezou pelo reconhecimento e respeito às produções made in Piauí. Dessa forma, este CD é fruto dessa visão da banda, como ressalta Ricardo Totte. “Somos uma banda oriunda da coletividade. Acreditamos nesse processo evolutivo, e é isso que impulsiona a gente à se reinventar e manter-se ativo. Num outro olhar é uma homenagem aos autores da música piauiense, desde os desbravadores aos contemporâneos. Infelizmente não deu  para colocar todos que gostaríamos, mas continuaremos produzindo e eles certamente entrarão nos próximos álbuns”, afirma.

O músico explica ao Entrecultura como se deu o processo de criação dos arranjos das músicas. “Os arranjos das releituras foram fluindo naturalmente. Ao decidir qual música trabalhar, passava a ouvi-la várias vezes e depois deixava de mão. Em uma caminhada ou mesmo quando acordava surgia uma ideia, então corria ao violão e criava. Depois, levava para a banda e nascia o arranjo definitivo. Isso é massa, porque todos participam desta construção delicada de se dar uma nova leitura para aquele sucesso. Evidentemente que não conseguimos agradar a todos, mas deixamos a nossa assinatura nestas canções”, coloca.

Batuque Elétrico (Foto: Divulgação)

A negritude é bastante enaltecida neste trabalho, o que é um processo natural para Ricardo Totte. “Somos uma banda com essa influência sonora, isso nos veio por esse viés da naturalidade. Não tivemos essa intenção inicial, mas quando eu assumo o vocal as coisas naturalmente foram assumindo esse lugar, e isso virou a nossa identidade, o que não nos incomoda e nem nos limita, pelo contrário. A música negra se reinventa continuamente e nós seguimos juntos”, ratifica.

Dentre as releituras, está Saint Chá, clássico da banda Narguilé Hidromecânico composto por Nando Chá. “Todos nós daquela geração de 2001 temos uma relação muito forte com a Narguilê Hidromecânico. Saint Chá é um daqueles sucessos que está no inconsciente popular. Poderíamos escolher várias outras, mas essa versão, eu acordei com ela. Veio do acaso e isso fez toda a diferença”, destaca Totte.

O artista informa onde as canções de Num outro olhar podem ser ouvidas. “Nas principais plataformas digitais: Spotify, Deezer, YouTube, Apple Music, Google Play e Sound Cloud; assim como nas rádios locais que tocam músicas piauienses, como a FM Cultura (107,9), FM Universitária (96,7), FM Assembleia (98,3) e Cidade Verde FM ( 104,9)”, aponta.

Por fim, Totte fala dos projetos da banda Batuque Elétrico para 2020. “Vamos circular com esse show pelas principais cidades do nosso estado, estamos articulando alguns shows no eixo Rio/Sampa. Também produziremos mais dois clipes, e no segundo semestre lançaremos Tudo sobre qualquer coisa, o nosso quarto álbum, esse só com músicas inéditas”, conclui.

Num outro olhar conta com participações especiais de Nildo Viana (Alma Roots) na clássica Teresina, música de Aurélio Melo e José Rodrigues; e de Bia Magalhães em Dissabores, canção de Assis Bezerra. Traz na capa a modelo Amanda Ximenes, com arte assinada por José Reis (Alive Design), fotografia de Dal Filho, maquiagem de Samuel Marlio e concepção de Ricardo Totte.

Ouça Num outro olhar acessando este link.

Comentários

Naeno Rocha

Gostei muito.
Gosto muito do teabalho vocês

20 mar, 2020 Responder

Olisvan

É isso ai guerreiro, mt show ??????

10 jan, 2020 Responder

Comentar