Documentário do Entrecultura sobre o Reisado de Boa Hora será lançado nesse semestre

Por Thais Guimarães - 21/01/2020 11h23

O Entrecultura, como uma plataforma que visa dar espaço as mais diversas manifestações artístico-culturais, traz novidades para 2020, dentre elas uma realização audiovisual muito especial: um documentário sobre o Reisado de Boa Hora. O filme, que conta com a produção da Respira Filmes, está em fase de pós-produção e deve ser lançado ainda nesse semestre.

Gravação do Reisado de Boa Hora (Foto: Respira Filmes)

Registrar uma Folia de Reis é um sonho antigo da diretora do Entrecultura, Mariana Paz, que assina a produção executiva do projeto. “Há alguns anos eu tive a oportunidade de conhecer essa cultura, e para mim foi muito impactante. Eu lemBro perfeitamente de tudo, do cheiro, das cantadeiras, de ter ficado extasiada com todo aquele cenário. Desde o dia em que eu vi me impressionei, e meu desejo era que todo mundo conhecesse o reisado, mas não sabia como. O tempo passou e consegui, através do Entrecultura, uma maneira de ajudar a divulgar essa manifestação cultural”, declara Mariana.

O filme conta com direção de fotografia assinada por Alexandre Soares, pesquisa de Lissandro Santos e produção de Luiza Sobral. Ao Entrecultura, Luiza Sobral explica como foram os processos de pré-produção e gravação. “Fizemos a pré-produção nos dias 28 e 29 de dezembro de 2019, para conhecer o local das entrevistas e também conversar com alguns pagadores de promessas. Retornamos a Boa Hora no dia 04 de Janeiro de 2020. No primeiro dia, filmamos alguns reisados na chuva, já estávamos esperando esse acontecimento, nossa equipe estava preparada, mas a fé e devoção brilharam nas cenas que captamos”, informa.

A produtora também relata como foram as entrevistas com a comunidade. “Nossas entrevistas foram emocionantes. O senhor Zé Pingo, um vaqueiro com mais de 80 anos, descobriu uma doença nos olhos que avançou rapidamente e não enxergava mais, logo teve depressão. Ele fez uma promessa para Santos Reis, que se voltasse pelo menos a ver a luz do dia e voltasse a sentir vontade de viver, pagaria a promessa de tirar um Reisado. Hoje, ele tem 20% de visão de um olho, e esse foi o motivo para tirar um Reisado. O documentário irá contar essa história e de mais alguns personagens, histórias da fé do povo”, destaca.

Por fim, a produtora executiva Mariana Paz adianta que o filme, ainda sem título definido, será lançado em Boa Hora. “A ideia é que o documentário seja lançado ainda nesse semestre em Boa Hora, em praça pública, para que a comunidade se enxergue e perceba o quão especial é o reisado. É um carinho que o Entrecultura quer proporcionar a comunidade, e que a partir dali o documentário ganhe outros mundos”, finaliza.

Reisado de Boa Hora

Ficha Técnica 

Realização: Entrecultura

Pdorução executiva: Mariana Paz

Direção de fotografia: Alexandre Soares

Produção: Luiza Sobral

Assistente de fotografia: Eduardo Sobral

Assistente de produção: Lissandro Santos

Still: Ricardo Torres

Comentar