Trabalhadores da Cultura se mobilizam em prol da sanção da Lei de Emergência Cultural

Por Eduarda Araújo - 16/06/2020 08h55

 

A Lei de Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc garantiu vitórias históricas no Congresso e no Senado. A Lei Aldir Blanc garantirá a liberação de R$ 3 bilhões designados pelos mecanismos nacionais de cultura, como forma de apoio emergencial ao setor de arte e cultura, um dos mais afetados pela crise diante da impossibilidade de realização de atividades presenciais. Os trabalhadores agora aguardam somente a sanção da Lei.

A Lei de Emergência Cultural foi aprovada com apoio dos líderes do governo, que em suas falas também garantiram que terá a sanção da presidência. Para ser colocada em prática, falta apenas a sanção presidencial. O senador Jaques Wagner durante a leitura do relatório fez um pedido ao atual presidente da república, Jair Bolsonaro: “Pedimos à vossa excelência que aprove sem vetos”.

Trabalhadores da Cultura do Brasil inteiro se mobilizam em prol da sanção da Lei de Emergência Cultural, por meio de encontros virtuais com diversos segmentos da comunidade cultural, na interlocução com parlamentares e junto a mobilizadores da cultura e das políticas públicas. A Lei é de grande suporte à categoria que foi uma das primeiras a parar e será uma das últimas a voltar a normalidade.

 

Comentar