Zé Reis, um artista apaixonado pelo que faz

Por REDAÇÃO - 13/10/2020 09h33

 Ator, performer e diretor Zé Reis é natural de Teresina, mais especificamente do Centro de Teresina, cresceu abastecido pelo repertório musical do pai, que era fã de Rock’n Roll, morando no centro comercial e isso significa que ele sempre esteve envolvido com os sons da urbanidade.
Toda essa dinâmica sonora e agitação fizeram parte da sua infância e juventude.

É graduado em Artes cênicas, pela Universidade de Brasília e pós graduado pela USP.
Apaixonado pela dança e o teatro, o artista ja realizou vários projetos Estaduais, Nacionais e Internacionais. Integrou o Coletivo de Documentação e Pesquisa em dança da UnB e colabora em projetos artísticos com o Instituto Dom Barreto/PI.

Estudou dança contemporânea em Belo Horizonte e no Chile foi selecionado para a residência-obra “Aprender un cuerpo”.
Além disso, o artista ja realizou várias oficinas de Dança e teatro.

Para Ze Reis as Artes cênicas podem trazer mudanças profundas na sua vida, tais como: Consciência corporal e vitalidade, alívio de tensões, melhora qualidade de voz e da leitura, percepção das suas emoções, habilidades para lidar com o público, possibilidades de enfrentar a timidez e a vergonha e, por último, liberdade de ser o que você é.

“Em breve começarei um projeto de uma oficina voltada para pessoas iniciantes nas artes cênicas que tem como base poetas e poesias piauiense, estarei divulgando em breve”, diz.

O artista fala um pouco dos trabalhos nesse período de quarentena.

“Durante a pandemia eu desenvolvi alguns projetos onlines, primeiro deles foi uma oficina chamada O Corpo Poderia Florescer Aqui, que foi no início da pandemia e tinha o propósito de de pensar o corpo em casa, de como criar dentro de casa, ela foi para o Brasil inteiro e durou um mês e depois disso comecei a fazer oficinas mais curtas e outras longas”, afirma.

As inscrições para novas aulas, já estão abertas.
Segue o perfil @zereisneto

Comentar