PABLO LANZONI LANÇA CLIPE DA INÉDITA CANÇÃO “VALENTIA TEMPO VOZ”, CONSTRUÍDA A PARTIR DE SONS DE APLICATIVOS DE CELULAR

Por REDAÇÃO - 20/10/2020 16h53

O single, que tem participação de Paola Kirst, é o primeiro lançamento do álbum homônimo, que será apresentado para o público em novembro

O cantor e compositor gaúcho Pablo Lanzoni divulga o single e clipe de “valentia tempo voz”, música que dá nome a seu segundo álbum, que será lançado em novembro deste ano. A canção é a primeira apresentada para o público nesta nova fase. A composição é dividida com Richard Serraria, que também participa dos vocais junto a Paola Kirst, e a direção do audiovisual é assinada por Vitória Proença.

A música foi construída a partir de sons de aplicativos de celular, num processo muito peculiar dentro do novo álbum. Riffs, bases, colagens rítmicas e outros elementos foram se costurando e encontrando seus espaços. Somente na sala de estúdio, sob a direção do Dany Lopez, que foram adicionados os instrumentos acústicos, com exceção do violão, que também foi registrado anteriormente em um celular.

A letra fala de forma poética sobre valentia, tempo e voz, como sugere o título. “Sobre a atmosfera estabelecida, a melodia desenhou-se com facilidade. E ali a estrutura já estava definida: versos, refrão forte e rap, ou, ‘mastigação de palavras’, como diz o Richard Serraria. Foi ele quem convidei para amarrar o texto que tinha um norte, mas ainda não tinha a firmeza dos caminhos. E o Richard é um craque da palavra: escreve fácil e com muita densidade. Rapidamente, chegamos ao tom poético da canção.

A voz da Paola Kirst, que se somou a tudo isso, parece ter permeado a escrita e conduzido o texto. Ela saberia, como o fez, dar a expressividade necessária à música”, conta Lanzoni. “Encontrei reentrâncias numa velha canção da Bataclã FC, um rap de 2006 com fast flow sextinado. A poesia boa tem pretensão de ser atemporal, a canção plena é temporal de sensações, lírica musical e pluripercepção. Só, a lonjura da voz…”, complementa Serraria.

O clipe
Em um vídeo minimalista, o clipe de “valentia tempo voz” traz closes, sobreposições, efeito fosco, reflexos. A diretora Vitória Proença brinca com a velocidade da câmera. “Em um processo criativo totalmente compartilhado, Pablo e eu chegamos em um roteiro, deixando a espontaneidade do dia, dos momentos e da música tomar conta e nos indicar o caminho da criação.

Comentar