O álbum da banda pernambucana Mellotrons, uma dos melhores registros do indie rock nacional nos últimos 20 anos, finalmente chega aos streamings!

Por REDAÇÃO - 13/11/2020 10h47

Mellotrons foi uma banda pernambucana formada no ano de 1997 que tinha forte influência do indie rock e shoegaze. Inicialmente como um trio e depois como um quarteto, o grupo foi um dos destaques da cena independente do Recife na primeira década dos anos 2000, tendo se apresentado em todos os grandes eventos da cidade e do estado como Festival No Ar Coquetel Molotov, Abril Pro Rock e Festival de Inverno de Garanhuns, e ido além da fronteira com apresentações em outros estados do nordeste.

No ano de 2006, o grupo lançou de forma independente seu primeiro e único álbum homônimo (ouça no seu serviço de streaming favorito), que contou com 10 faixas do mais puro indie rock. Um registro com as principais canções da primeira fase da banda.Nas palavras do Hugo Montarroyos em resenha no Recife Rock: “O álbum  beira a perfeição. Bem tocado, gravado e arranjado, traz o grupo apostando nas microfonias e distorções como instrumentos a mais em sua formação. E as influências de outrora estão todas ali: My Bloody Valentine, Radiohead, Smiths e Nada Surf“.

Mas além das influências sonoras da banda, o álbum se tornou referência na história do rock e indie pernambucano dos últimos 20 anos. Todas as faixas foram maturadas ao longo de anos e diversos shows. Canções como “Evening”, “Dreams” e “You And I” eram cantadas a plenos pulmões nos inferninhos e festas da cidade. É possível dizer que as 10 faixas deste álbum são hits por quem acompanhava as movimentações da banda em meio a uma cena que ocupava espaços para pró- guitarras distorcidas em todo o Recife. Gravado no estúdio Mister Mouse, com produção de Missionário José, que hoje em dia integra a Mombojó. O álbum também chamou atenção pela capa minimalista com projeto gráfico de Flávio Pessoa.

Mellotrons era: Haymone (guitarras, vocais, escaleta), Enio Damasceno (guitarras, vocais, sintetizador), Marcos Müller (baixo) e Augusto César Ferreira (bateria). A banda existiu até meados de 2013, quando entrou no limbo comum de projetos que não conseguem decolar para voos mais altos, não por falta de qualidade, talvez por falta de sorte ou o famoso problema geográfico. Quase 15 anos depois, o álbum chega a todos os streamings, em mais um resgate do Hominis Canidae REC. Para aquecer os corações de quem viveu o momento e mostrar pras novas gerações uma das pérolas do indie rock nacional, até então esquecida.

OUÇA MELLOTRONS EM SEU STREAMING FAVORITO

Comentar