TJ-PI cria Museu do Judiciário Piauiense e faz Chamada Pública para receber doações

Por Redação Entrecultura - 25/06/2021 12h51

Com o objetivo de preservar a memória e as narrativas do poder judiciário piauiense e relembrar os caminhos que consolidaram a Justiça no Piauí, o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) está cadastrando bens materiais e imateriais para compor o primeiro museu sobre a história da justiça no Piauí.

 Os objetos são livros da área jurídica ou correlatas; livros cartorários; autos processuais; decisões jurídicas ou administrativas; editos; diários da justiça; canetas; penas; tinteiros; móveis; utensílios; artefatos; símbolos judiciários (balanças, martelo, espada, espátulas, estátuas, crucifixos etc); vestimentas (becas, togas, lapelas etc.); fotografia; desenho; pintura; gravura; planta descritiva; anotação; datilografia; digitação; áudio-gravação; vídeo-gravação ou áudio-vídeo-gravação.

 “A participação da sociedade em geral contribuirá para o resgate histórico de momentos marcantes que consolidam o trabalho da justiça piauiense para a sociedade”, explica o desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, Presidente do Programa de Gestão Documental e Memória.

 A iniciativa de reunir os principais artigos e memórias da história da justiça do Estado também concorrerá ao Prêmio Innovare, no ano de 2021.

“Essa Chamada Pública é um convite a toda sociedade para participar desse projeto que já se tornou realístico, que necessita da participação da família piauiense para doação de peças históricas, documentos e outros acervos para compor um novo espaço no Palácio da Justiça”, finaliza o desembargador.

Interessados de qualquer cidade do Piauí, devem formalizar da disponibilização do objeto por meio do Núcleo de Memória Judicial do Poder Judiciário do Estado do Piauí através do site do TJ-PI e preencher o cadastro eletrônico disponível com os dados nome, e-mail, telefone, endereço completo e descrição sumária do bem a ser doado/disponibilizado, informando, em poucas palavras, a importância daquele bem histórico/cultural.

 No prazo de 5 (dias), o doador será contatado via e-mail ou telefone indicado na hora do cadastramento para a entrega do bem a ser doado.

 

IMAGENS DE PEÇAS DO ACERVO:

 

 Campainha, utilizada para chamar a atenção em audiências

 

Urnas para serem utilizadas em sorteios e votação da sessão do júri

 

Púlpito, utilizado como tribuna, já existente antes de 1986

 

Máquina de escrever Olivetto LLINEA 98

Comentar