O Circuito Urbano de Intervenções Artísticas – CUIA promoverá debates sobre o papel da arte na construção da cidade no dia 26.

Por Redação Entrecultura - 25/11/2021 14h38

O Cuia realizará no dia 26 (sexta-feira) um evento para discutir o papel da arte na cidade. A programação inclui mesas-redondas, exposições, exibição de documentários, roda de poesia e música. Além disso, o ‘Dia da Consciência Negra’ será celebrado através do SOMOS TODOS BLACK que promoverá a cultura afro-brasileira. Essa será a segunda edição do evento desenvolvido pelos alunos dos cursos de ARQUITETURA, HISTÓRIA E GASTRONOMIA da UNINASSAU FAP TERESINA.

A programação é gratuita e acontece das 14 às 22h. O uso de máscara é obrigatório.

 

O ciclo de debates sobre a cidade é mais uma das ações do CUIA que teve sua abertura na quarta-feira (10/11) com a instalação artística “A Teia” em frente ao Theatro 4 de Setembro. A programação do CUIA se estenderá até janeiro de 2022. Em sua primeira edição, o evento tem o centro da cidade como campo de experimentação artística.

 

O evento é uma realização da Associação Amigos da Arte e da Cultura do Piauí (@assaacpiaui); Saracura Produtora (@saracuraprodutora) e conta com patrocínio do Armazém Paraíba (@armazemparaiba) através do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura – SIEC da Secretaria de Cultura – SECULT (@cultura.piaui).

Até o momento já foram realizadas intervenções de Arte Coletiva, LuRebordosa, Carlos César. No momento está em finalização o painel do artista Hirlan Moura e foi dado início à execução do painel de Letícia Anguito. Os próximos artistas a pintarem no Cuia são Cardoso Not e Marcus Batista.

 

PROGRAMAÇÃO

Mesa Redonda 1: Arte Urbana e Memórias da cidade (14:00 – 15:30h) Provocadora: Patrícia Mendes é arquiteta e urbanista. Atualmente atua como Coordenadora de Registro e Conservação da Secretaria Estadual de Cultura – SECULT, desenvolvendo trabalho de Preservação e Conservação na área do Patrimônio Cultural do Estado (2000-atual). Atualmente é professora de Arquitetura e Urbanismo e de Design de Interiores do Centro Universitário UNINOVAFAPI. Professora de Arquitetura e Urbanismo, de Design de Interiores e de Design da Faculdade Maurício de Nassau.

Mesa Redonda 2: Narrativas urbanas sob os olhares da arte (15:30 – 17:00h) Provocador: Demétrios Galvão, é poeta, editor e professor. Autor dos livros de poemas “Fractais Semióticos” (2005), “Insólito” (2011), “Bifurcações” (2014), “O avesso da lâmpada” (2017) e do “Objeto poético capsular” (2015). Participou do coletivo poético Academia Onírica e foi um dos editores do blog Poesia Tarja Preta (2010-2012) e da ao-revista (2011-2012). Atualmente é editor da revista Acrobata.

Mesa Redonda 3: Artes urbanas e as dinâmicas tecnológicas (17:00 – 18:30h) Provocadora: Hercília Mendes, mestra em Sociologia (2020) pela Universidade Federal do Piauí (PPGS/UFPI) e com graduação em Arquitetura e Urbanismo pela mesma instituição. Atua como produtora, pesquisadora e articuladora cultural. Com produção cultural, desde 2014, a maior parte de suas experiências tem sido no campo do Cinema, especialmente do tipo independente, tema este de suas últimas pesquisas e publicações, tanto junto ao Núcleo de Pesquisa em Cinema e Visualidades (PPGCOM/UFPI) quanto de maneira individual. Desde 2020 é parceira na gestão de projetos audiovisuais do Coletivo Labcine, e, em 2021, inicia atividades de pesquisa e articulação cultural, bem como de formação sobre produção cultural. Criadora do Ateliê Lupa, onde busca conectar ideias e pessoas por meio de Produção, Pesquisa e Articulação culturais.

 

 

Primeira exibição do documentário Reflexo Central (19:00h)

Reflexo Central é um documentário produzido pela Rua2 produtora que capta o processo de produção dos primeiros painéis em empena cegas de Teresina, os painéis História Esquecida e Liberdade, realizados pelos artista Marcus Batista. As obras ficam localizadas em frente à Igreja de São Benedito. Novas camadas da história do templo e da construção da cidade vão surgindo ao longo do documentário e no reflexo da imagem construída da nossa história, são demonstrados sujeitos e elementos que imagem principal não mostra. Após a exibição haverá um debate sobre o documentário com Marcus Batista e Rua 2 produtora.

Comentar