Theatro 4 de Setembro entrega reforma com um dia de programação

Por Camila Fortes - 19/04/2016 12h10
Foto: Aureliano José
Foto: Aureliano José

Este ano o Theatro 4 de Setembro completa 122 anos e com a comemoração, foram feitas reformas internas. R$ 850.000,00 foi investido em novas divisões, troca de pisos, rede elétrica, novo mobiliário e refrigeração, iluminação de led na fachada, criação de novas salas e do Auditório Salão Nobre “Chico Pereira”, além dos condensadores da Rua 13 de Maio que foram removidos para a área do jardim, deixando livre a fachada. Todas essas mudanças fazem parte da nova restauração do Theatro, que há 40 anos não modificava suas estruturas mais sólidas.
Para celebrar essa data, o Theatro 4 de Setembro oferece no dia 21 de Abril das 6h30 ás 21h uma programação completa com peças teatrais, espetáculos, exibição de filme, oficina, exposições, shows musicais e lançamento de livro.
Segundo o diretor do teatro João Vasconcelos, a reforma e um dia completo de programação cultural desencadeia todo um movimento de valorização cultural. “A principal importância é de manter viva a memória arquitetônica do cartão postal mais famoso de Teresina, seguindo bem a elevação da estima do artista e do público para o qual tem finalidade”, afirma o diretor.
O dia em comemoração celebra não apenas a restauração do teatro, mas rege todo um cenário cultural em volta desse espaço, oportunizando assim, uma economia e movimentação social no âmbito Teatro – Cine Rex – Praça Pedro II.

Texto por: Camila Fortes

 

Saiba mais:

No dia 4 de setembro de 1889, um grupo de senhoras da sociedade teresinense levou uma proposta de edificação de um teatro ao presidente da província do Piauí, Teófilo Fernandes dos Santos.
Atendendo o anseio popular, foi lançada, no dia 21 de setembro do mesmo ano, a pedra fundamental para a construção da obra. No dia 21 de abril de 1894, Manuel Raimundo da Paz, mestre responsável pela obra e que depois seria nomeado o primeiro diretor da Casa, entregava o Theatro ao governador Coriolano de Carvalho e Silva. Mas não houve espetáculo, porque não havia cenários, guarda-roupas, camarins, equipamento interno e pano de boca.
A partir desta data, toda a sociedade se mobilizou para dotar o espaço de toda na estrutura necessária ao seu pleno funcionamento.
Em 2 de maio de 1895, aconteceu o primeiro espetáculo apresentado, uma peça dramática que foi ou “O Pai Desnaturado” ou “Dom Jorge Aguilar”, pelo Grupo Teatral de Câmara Madureira.
O Theatro 4 de Setembro mantém um estilo neoclássico e conserva uma fachada com arquitetura portuguesa, baseada em uma inspiração greco-romana. O Theatro já foi palco de grandes nomes ao longo da sua história como Elis Regina, Bibi Ferreira, Fernanda Montenegro e Cauby Peixoto, sendo palco da primeira exibição de cinema de Teresina, no dia 29 de maio de 1901.
Confira a programação completa:
6h30 – Atração com Companhia Talismã de Circo, na Praça Pedro II.
Responsável, o artista circense Vilmar S ousa Castro (mágico chinês, acrobacia de solo, equilíbrio e clown (palhaço)
Local: passeio da Praça Pedro II, em frente ao Theatro 4 de Setembro.
8h – Café da manhã.
Responsável, direção do Theatro / Secult.
Local: Bar do Clube dos Diários / ”Osório Jr.”
9h – Exposição “Sinais do Barro”, de João Borges.
Produtor Walfrido Salmito.
Intervenção de dança – Balé Popular do Piauí, coreografia “Malandro Burguês”, de Márcio Gomes (Escola Estadual de Dança “Lenir Argento”).
Local: Galeria de Arte do Clube dos Diários “Nonato Oliveira”.
10h – Cena da peça teatral “Apareceu a Margarida”.
Responsável Edithe Rosa e Avelar Amorim.
10h30 – Lançamento do Projeto “Cine Proibido Cochilar”, com o curta metragem piauiense “O Cine Rex e Nós ”(2005), de Alan Sampaio.
Responsável, Ademilton Moreira.
Local: Teatro Torquato Neto.
11h – Cena do espetáculo “Diário de Uma Camareira”, com Wilson Gomes.
Local: Sala de Ensaios “Camareira Rosalina Silva (Dona Rosa)”. W. Gomes
11h30 – Visitação (Descerramento) das Portas dos Camarins do Theatro 4 de Setembro.
Cena de “Anjo Negro”, de Nelson Rodrigues.
Direção, Luciano Brandão.
Local: Sala Oficina Permanente de Teatro “Procópio Ferreira”.
13h às 15h – Oficina e Apresentação de espetáculo “Dádiva” – Núcleo de Estudos Dramáticos (NED), Escola Técnica de Teatro “Gomes Campos”.
Responsável, diretor da Escola, Chiquinho Pereira
Local: Galeria de Arte do Club dos Diários “Nonato Oliveira”.
15h – Exibição do filme “Mocambinho”, de Franklin Pires.
O filme será exibido em homenagem à atriz, maquiadora e esteticista, Madalena Alcântara (in memoriam)
Local: Theatro 4 de Setembro
16h30 – Entrega da Placa inaugural do Salão Nobre “Chico Pereira” (Fouer do Theatro) Ciclo de Leituras Dramáticas – Texto “Uma Carga de Laranjas”, de Chico Pereira da Silva.
Direção, Adriano Abreu (Coletivo Piauhy E stúdio das Artes)
Local: Salão Nobre “Chico Pereira” (Fouer).
18h – Grupo de Rabeca, da Escola de Rabeca de Bom Jesus do Gurgueia
18h – Lançamento do livro “Lirismo antropofágico e outras iscas minimalistas”, de Marleide Lins e Yolanda Carvalho.
Responsável, Marleide Lins.
Local: Café Literário “Genu Moraes”
Recepção: no Hall do Theatro – Grupo de Rabeca (Escola de Rabeca de Bom Jesus e Gurgueia)
19h – Cerimonial de entrega do Theatro.
Responsável, Cerimonial do Palácio de Karnak.
Local: Theatro 4 de Setembro Aniversário do Theatro 4 de Setembro
20h – Show Mulheres 2016.
Direção, João Vasconcelos.
Responsável, Carla Ramos.
Local: Theatro 4 de Setembro
21h – Apresentação da Banda, Bia e os Becks.
Responsável, Bia.
Local: Espaço Cultural “Osório Jr.”/BCD

Comentar