Chico César se apresenta no Salipi no dia 10 e concede entrevista ao Entrecultura

Por Redação Entrecultura - 07/06/2018 15h07

O cantor paraibano Chico César vai fechar a 16ª edição do Salão do Livro do Piauí (Salipi) com uma grande apresentação no palco principal no domingo (10). O artista vai trazer a Teresina o show Estado de Poesia.

Chico César, que é formado em jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba, também tem uma bela trajetória pelo mundo da poesia, já tendo participado de grupos de poetas, como o Jaguaribe Carne. O artista concedeu uma entrevista exclusiva ao Entrecultura, onde falou sobre o Piauí, sobre conjuntura, e sobre seu show no Salipi. Confira!

Entrecultura: Qual a história de Chico César com o Piauí?

Chico César: Aí tenho amigos e parceiros, como o jornalista e poeta Francisco Magalhães, Emerson Boy, Fred Maia. Ultimamente me aproximei um pouco mais da família cultural piauense ao musicar o poema “Quero Viver”, de Torquato Neto.

Entrecultura: O que você vai trazer para esse show no Salipi?

Chico César: É o show Estado de Poesia, o mesmo que tem rodado já há três anos comigo. O show toma como base o DVD homônimo, podendo ter uma ou outra alteração de momento trazida pela relação com o público.

Chico César / Foto: Eric Vecchione

Entrecultura: O país atravessa uma grande instabilidade, em vários setores. Em seus shows, que mensagem você leva sobre a conjuntura?

Chico César: Levo a mensagem da necessidade de presença da poesia no cotidiano das pessoas, no comando das decisões. Poesia de amor e liberdade. Estado de Poesia é justamente isso: a reivindicação mas também o viver aqui e agora de um estado poético, um olhar, um jeito de fazer e viver com poesia.

Entrecultura: Qual a expectativa para se apresentar no Salipi, o maior evento literário de nosso estado?

Chico César: Sendo o Piauí um estado ledor mas também produtor de literatura, arte, música enfim, sinto-me privilegiado por poder entrar em contato com um evento-síntese dessa relação de suas gentes com a produção cultural.

Entrecultura: Quais os planos de Chico César para 2018?

Chico César: Estar vivo, lúcido. Respirar sem ansiedade. Ser parte do meu tempo.

Comentar