Theatro 04 de Setembro celebra o Dia Nacional da Cultura com programação especial gratuita

Por Redação Entrecultura - 04/11/2018 10h00

Hoje, 05 de novembro, é celebrado o Dia Nacional da Cultura. Para marcar esta data, Complexo Cultural do Theatro 04 de Setembro preparou uma programação especial gratuita, que vai contar com shows musicais, peças teatrais, lançamento de livros e o espetáculo Viajante da Luz, solo de dança da dançarina e coreógrafa Lina do Carmo, piauiense cujo trabalho é mundialmente reconhecido.

João Vasconcelos, diretor do Theatro 04 de Setembro, conversou com o Entrecultura, que falou sobre a programação pensada para celebrar a data especial. “É sempre muito especial essa data e neste ano terá um valor maior, porque estamos trazendo o solo da Lina do Carmo, que não se apresenta no nosso teatro desde 2004. Lina é uma referência no estado, no país e no mundo”, coloca.

Lina do Carmo (Foto: Dennis Thies)

A programação terá início às 18h, na Praça Pedro II, com uma apresentação da Escola de Teatro Gomes Campos, seguida do show da banda Os Caipora às 18h30min  no Café Literário Genu Moraes, onde ocorrerão lançamentos de livros da Academia Piauiense de Letras. O espetáculo de Lina do Carmo acontece no palco do teatro às 20h. Após a apresentação da artista, o público poderá apreciar uma apresentação do pianista Garibaldi Ramos no Café Genu Moraes.

No decorrer do evento, João Vasconcelos comandará o CulturaTHE, seu programa de Web TV que completa um ano e que será transmitido ao vivo na TV Garrincha. “Vamos fazer um CulturaTHE especial, um programa voltado para a cultura piauiense que tem circulação mundial através da internet”, ressalta.

Por fim, o gestor, enquanto figura que atua há bastante tempo na produção cultural local, fez uma avaliação do atual cenário, onde, segundo ele, a cultura piauiense tem o que celebrar. “Diria que nós compensamos o ano de 2014, que foi um  ano que não existiu culturalmente. Com a transformação da Fundação[Fundac] em Secretaria [Secult] houve uma mudança considerável no Estado. Estamos vivendo um momento diferenciado dos últimos 20 anos e acredito que o público não pode reclamar, pois há muitas programações gratuitas no teatro. Por exemplo, na sequência do Dia da Cultura vem a Balada Litherária, que é gratuita, temos uma parceria com o Sesc, que mantém pelo menos dois espetáculos gratuitos por mês… No aniversário do complexo  o complexo este ano fizemos oito dias de programação gratuita com o que tem de melhor, porque nós, piauienses, somos muito exigentes com o que produzimos. Então, temos muito o que comemorar no Dia da Cultura sim, até porque estamos trabalhando na contramão do país, isso é provado quando estados como Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, referências para a cultura do país, estão com problemas financeiros, ou seja, o Piauí está de parabéns e os artistas são os genitores desse momento que a cultura piauiense vive”, arremata.

Comentar