Leonel Laterza comemora 30 anos de carreira com a live “Delicadeza”

Por REDAÇÃO - 24/09/2020 09h01

O repertório é formado por músicas do álbum “Delicadeza – Canções de Dori Caymmi” e por temas de trabalhos anteriores

O cantor Leonel Laterza comemora 30 anos de carreira com a live “Delicadeza”, sábado, dia 24 de outubro, às 20h. No repertório, “Velho Piano”, “Spring (Coração Sem Saída)” e o “O Cantador”, entre outras do álbum “Delicadeza – Canções de Dori Caymmi”, lançado em junho deste ano. A noite ainda conta com temas de trabalhos anteriores e clássicos da música brasileira. A transmissão acontece pelo canal do cantor no Youtube.

O disco, com arranjos e direção musical do cavaquinista Pedro Vasconcellos, é o resultado do trabalho de Leonel e de um super time de músicos que encararam um grande processo criativo, contudo, mantendo a estética do Dori. O álbum, inclusive, ganhou elogios do próprio homenageado. “Fiquei muito feliz com a gravação do Leonel Laterza das minhas músicas e dos meus parceiros. Uma coisa rara de acontecer na minha vida. Eu desejo a ele toda sorte com esse disco”, disse Dori.

“Foi um grande desafio recriar a obra de Dori, cujos acordes, violão e voz são personalíssimos”, comenta Leonel. “Em conjunto, decidimos citar algumas músicas dentro de outras. No finalzinho de ‘Cantador’, por exemplo, surge ‘Porto’. A mistura de músicas ampliou a possibilidade na escolha do repertório e de instrumentações, mas sempre mantendo a essência para não desviar emoção do Dori”.

É possível dizer que a essência do álbum são as memórias afetivas. Certa vez, Pedro Vasconcellos contou a Leonel que “Delicadeza” foi feita para o para o pai e para a mãe do artista baiano. Além disso, o disco é dedicado à Dora, mãe de Leonel. “Ela adorava as composições do Dori e do Paulo César Pinheiro. Lembro com muita alegria e carinho que a gente ouvia muito os discos deles juntos, principalmente, o ‘Mundo de Dentro’”, detalha o cantor. A capa, repleta de jasmins, também é uma homenagem à matriarca, que adorava essas flores.

Para as próximas semanas, está previsto o lançamento do documentário sobre a produção do álbum. A direção é de André Fernandes e a edição de Henrique Laterza.

“Delicadeza” está disponível em todas as plataformas digitais.

Três décadas de música
Mineiro de Uberaba, Leonel Laterza vive em Brasília desde 1970. Com a infância marcada pela música, o cantor fez sua iniciação musical na Escola de Música de Brasília, construindo a carreira na trilha de festivais de música, casas noturnas e teatros da capital. Muitas das “canjas” nos bares da cidade foi ao lado do irmão e violonista André Laterza.

Influenciado pela bossa nova, pela MPB e pelo jazz, Leonel mostra recursos que o permitem visitar, de maneira particular, os mais variados gêneros musicais. Nessas três décadas de carreira, ele já se apresentou ao lado de importantes nomes da música brasileira, como Roberto Menescal, Fátima Guedes, Sueli Costa, Zé Luiz Mazziotti, Sérgio Santos e Rosa Passos, de quem é afilhado musical.

Em 2006, ele gravou o CD “Esmeraldas” e, em 2011, “Guardados”. Quatro anos depois, ele formou o Cais Trio (com Daniel Baker e Paulo André Tavares), quando gravou DVD homônimo ao grupo, com participações de Ellen Oléria e Simone Guimarães.

Em 2019, o cantor deu início a dois novos projetos: Zíngaro Trio (com Rogério Midlej e Tico de Moraes) e o “Trilha Brasileira”, programa no canal do artista no Youtube em que interpreta sucessos da MPB.

Serviço – Live “Delicadeza”
Dia 24 de outubro, sábado, às 20h, no canal do cantor no Youtube
https://www.youtube.com/leonellaterza

Links Redes Socais:

YOUTUBE
https://www.youtube.com/leonellaterza

FACEBOOK
https://www.facebook.com/leonellaterza

SPOTIFY
https://tinyurl.com/y86wxejh

INSTAGRAM
https://www.instagram.com/laterza/

LINKTREE
https://linktr.ee/laterza

Ficha Técnica do álbum “Delicadeza”:

Produção executiva e fonográfica: Leonel Laterza
Direção musical e arranjos (com exceção dos arranjos de flautas para Amazon River) : Pedro Vasconcellos

Leonel Laterza: Vocais
Pedro Vasconcellos: Cavaquinho
Misael Silvestre: Teclados
Félix Júnior: Violão
Igor Diniz: Baixo
Sandro Souza: Bateria

Participações especiais:
Thanise Silva: Falutas em dó, em sol e arranjo de flautas para Amazon River
Sérgio Morais: Flautas em dó e contrabaixo
Daniel Rodrigues: Trombone
Léo Barbosa: Percussão
Francisco Orru: Violoncelo

Gravado, mixado e masterizado em dezembro de 2019/janeiro 2020 no Orbis Estúdio por Marcus Pagani, com assistência de Felipe Grillo (gravação).
Mixagem e masterização: Marcus Pagani.

Comentar