Moacir Bedê encerrou o projeto “Sons da Diversidade” com live no domingo passado (27)

Por REDAÇÃO - 29/12/2020 13h49

A programação fez parte da série de lives com repertório do jazz ao baião

Moacir Bedê realizou no domingo passado (27/12), a live de encerramento do projeto  “Sons da Diversidade”. O repertório contou com músicas autorais  do artista e ritmos que vão do jazz ao baião. O baterista André Benedecti e o baixista Fábio Amaral acompanharão o músico.

Autodidata, o trabalho de Moacir Bedê consiste no domínio de estilos sonoros como choro, frevo, baião, maxixe e bossa nova. Em seus 35 anos de trajetória artística, Bedê lançou dois álbuns autorais – “Outros Sambas” (2009) e “Outros baiões” (2014) -, bem como realizou apresentações em diferentes cidades brasileiras e países como Portugal, Espanha, Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos e Argentina, o que possibilitou por meio da música a disseminação da diversidade cultural brasileira no exterior. O multi-instrumentista, atuante na cena cearense, possui reconhecida experiência em bandolim, violão, guitarra, guitarra baiana, cavaquinho e flauta transversal.

O projeto contou com uma série de três lives, as duas primeiras foram realizadas nos dias 20 e 22 deste mês. Quem não conseguiu acompanhar, poderá conferir as lives na íntegra no canal do Youtube do Moacir Bedê.  O projeto é fomentado com recursos da LEI 14.017/2020 – LEI ALDIR BLANC, por meio da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza.

Comentar