A Sequência De Livros De O Senhor Dos Anéis

Qual A Sequência De Livros De O Senhor Dos Anéis?

Uma das sagas literárias mais famosas e reconhecidas em todo o mundo é a incrível história de “O Senhor Dos Anéis”, escrita pelo brilhante J.R.R. Tolkien e imortalizada nas telonas por meio dos filmes dirigidos por Peter Jackson, com atuações memoráveis de Elijah Wood (Frodo), Ian McKellen (Gandalf), Orlando Bloom (Legolas), Sean Bean (Boromir) e muitos outros.

No entanto, quando um fã ardoroso da série deseja se aprofundar ainda mais na Terra-Média e se entregar totalmente aos livros, pode surgir a dúvida sobre a correta sequência da saga de “O Senhor Dos Anéis”.

Afinal, são pelo menos nove publicações essenciais que nos permitem entender todas as histórias desse universo fantástico, divididas entre vários livros independentes, mas interligados.

A Terra-Média é um mundo encantador, um universo brilhantemente concebido por J.R.R. Tolkien para ambientar suas histórias extraordinárias. Mesmo décadas após a sua publicação original, esse mundo fascinante continua a despertar interesse e deu origem a novas adaptações, como a recente produção do Prime Video. Antes de adentrarmos nesse mundo maravilhoso, é também interessante conhecer um pouco sobre o próprio autor e suas obras magníficas.

Tolkien nasceu em 1892 na África do Sul e cresceu no Reino Unido, onde viveu até 1973. Ele é amplamente reconhecido como uma referência para inúmeros escritores de livros de fantasia, inclusive sendo uma inspiração para a escritora J. K. Rowling, criadora da saga Harry Potter.

Assim como acontece com a saga de filmes Star Wars, a ordem cronológica dos livros da Terra-Média não corresponde à ordem dos acontecimentos nos livros (ou ao lançamento dos filmes, no caso de Guerras nas Estrelas). Por esse motivo, a seguir, discutiremos em detalhes a sequência cronológica dos livros da obra O Senhor dos Anéis.

Livros de Senhor Dos Anéis: Ordem Cronológica

  • 1 – O Silmarillion (1977)
  • 2- Beren e Lúthien (2017)
  • 3 – Os Filhos de Húrin (2007)
  • 4 – A Queda de Gondolin (2018)
  • 5 – Contos Inacabados de Númenor e da Terra-Média (1980)
  • 6- A Queda de Númenor (2022)
  • 7 – O Hobbit (1937)
  • 8 – O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (1954)
  • 9 – O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (1954)
  • 10 – O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (1955)

Anéis do Poder

A mais nova série produzida pela Amazon Prime tem seus acontecimentos durante a Segunda Era, uma era que é menos explorada na obra de Tolkien. As histórias retratadas no streaming têm origem nos apêndices do livro O Retorno do Rei. Esses apêndices foram escritos como base de estudo para que Tolkien escrevesse O Hobbit.

O sucesso deste foi tão grande que motivou o autor a apresentar algumas novas propostas de livros para a sua editora na época. O maior interesse foi pelas ideias iniciais do que hoje conhecemos como Senhor dos Anéis.

Na publicação do terceiro volume, a curiosidade sobre a história da Terra-Média por parte dos fãs era tanta que ele reuniu aqueles “contos”, alguns deles inacabados, e os organizou no apêndice do último livro.

O interesse sobre a Terra-Média cresceu mesmo após o falecimento do autor, então seu filho Christopher Tolkien resolveu finalizar algumas histórias e publicá-las em O Silmarillion e, posteriormente, Contos Inacabados de Númenor e da Terra-média. Sim, Númenor, a mesma que conhecemos na série da Amazon Prime está presente nessas obras.

Portanto, há um vasto material disponível para explorar nesse contexto, proporcionando aos fãs uma conexão mais aprofundada com a história da Terra-Média.

Agora, em 2022, também está sendo trazido ao Brasil o livro intitulado “A Queda de Númenor”, que narra detalhadamente o intrigante e misterioso “afogamento” da cidade, como vislumbrado nas vívidas visões da rainha-regente Míriel durante a empolgante série da Amazon Prime.

Porém, o enfoque central da série reside, indubitavelmente, nos renomados “Anéis do Poder”. Surpreendentemente, foram forjados vinte anéis mágicos, com a cooperação de Sauron, todos projetados com a finalidade de seduzir e cativar os governantes da Terra-Média.

Com uma forma humana, Sauron instruiu os elfos, liderados por Celebrimbor, a como criar esses fascinantes anéis – uma astuta combinação de Mithril e o mais genuíno ouro – enquanto buscavam preservar os deslumbrantes domínios élficos em que seus portadores residiam, bem como auxiliá-los na cura e resistência ao mal que os rondava incessantemente.

No total, foram produzidos dezenove anéis: três para os elfos, sete para os anões e nove para os homens.

Vale lembrar que um anel adicional foi forjado pelo próprio Sauron na temida Montanha da Perdição, a qual todos os anéis estavam inextricavelmente ligados, sendo este o anel que conhecemos na empolgante história de Bilbo Bolseiro e Frodo.

Essa fascinante saga foi revelada pela primeira vez em “O Senhor dos Anéis”, quando Gandalf recita um poema encantador para Frodo, brindando-nos com os versos finais que compõem o emocionante desfecho da primeira temporada da série épica da Amazon Prime. O escopo e objetivo da série é justamente esse: apresentar minuciosamente a cativante história por trás da forja dos anéis.

Qual a sequência de livros de O Senhor dos Anéis?

O Silmarillion (1977)

senhor dos aneis livros ordem

A leitura desse livro é extraordinariamente importante para uma compreensão completa e aprofundada da história da Terra-Média e uma fonte imersiva no universo espetacular criado pelo renomado autor.

Com a brilhante contribuição de seu filho, Christopher Tolkien, O Silmarillion é um relato detalhado dos gloriosos Dias Antigos, ou da Primeira Era do mundo, concebido por Tolkien. Podemos, portanto, considerar esta obra como o primeiro passo a ser percorrido na sequência de leitura de O Senhor dos Anéis.

Dentro deste livro, nos deparamos com contos que nos transportam para uma era em que Morgoth, o primeiro Senhor Sombrio, reinava na Terra-Média, enquanto os Altos Elfos travavam uma dura batalha para recuperar as Silmarils.

É a envolvente narrativa da rebelião de Fëanor e de seu povo contra os próprios deuses, de seu exílio forçado de Valinor e de seu retorno triunfal à Terra-Média, uma guerra que os personagens de O Senhor dos Anéis reverenciam e têm como base.

Beren e Lúthien (2017)

Livro Beren e Lúthien

Citada em O Senhor dos Anéis e cuja história é contada de forma resumida em O Silmarillion, essa obra magnífica narra o romance e a jornada épica de Beren, um homem mortal, e Lúthien, uma princesa élfica. Diante da oposição do poderoso pai de Lúthien, um grande senhor élfico, eles enfrentam um desafio imposto como condição para o casamento, uma tarefa aparentemente impossível de ser realizada. Tudo isso é o foco central dessa lenda extraordinária, a tentativa incrivelmente heroica de Beren e Lúthien juntos, que se aventuram a roubar uma Silmaril do maior de todos os seres malignos, Morgoth, o Sombrio Inimigo do Mundo. Essa história emocionante corresponderia à segunda obra na sequência de livros de O Senhor dos Anéis.

Os Filhos de Húrin (2007)

Livro Os Filhos de Húrin

Considerada a grande tragédia escrita por J.R.R. Tolkien, Os Filhos de Húrin apresenta uma narrativa ininterrupta e completa, recheada de elementos envolventes e emocionantes. Ao lado de Beren e Lúthien e A Queda de Gondolin, a história é considerada um dos “Três Grandes Contos dos Dias Antigos” que estão dispostos de maneira condensada em O Silmarillion, uma obra de fantasia incrivelmente rica e cativante.

Nessa narrativa magnífica, somos apresentados ao mais poderoso guerreiro que já existiu na Terra-média: Húrin. Sua força física era equiparada apenas pelo seu orgulho, e ele se tornou uma figura lendária em meio às batalhas épicas que assolavam o reino. Porém, sua história toma um rumo inesperado quando é capturado pelas forças malignas de Morgoth.

No cativeiro, Húrin enfrenta ameaças e torturas terríveis, mas seu espírito indomável o leva a zombar do líder maligno. Essa postura corajosa resulta em uma maldição que afetará profundamente sua família e lançará uma sombra sobre o seu legado.

Morwen, esposa de Húrin, mesmo grávida e sob grande perigo, toma uma decisão difícil: enviar seu filho primogênito, Túrin, para o Reino élfico de Doriath. Lá, o rei acolhe o pequeno e o protege das muitas ameaças que se espalham pelo mundo com o avanço do poderio de Morgoth. Túrin cresce como um verdadeiro príncipe, herdeiro do temperamento arredio e severo da mãe, bem como da destreza de batalha do pai. Sua coragem e habilidade o tornam um justiceiro temido nas terras ermas, sendo motivo de pavor por parte dos servos de Morgoth.

Assim, em meio a um cenário sombrio e repleto de perigos, a jornada de Túrin se desdobra, cheia de reviravoltas emocionantes e encontros marcantes. Os Filhos de Húrin nos transporta para um mundo de fantasia como nenhum outro, onde a coragem e a determinação são postas à prova, e onde as escolhas de um guerreiro podem mudar o destino de toda uma era.

Sabendo-se que o Túrin era o enigmático guerreiro solitário, o Senhor das Trevas envia sua mais temida criatura para trazer angústia à família de Húrin: Glaurung, o Pai dos Dragões. A serpente de fogo tece um plano venenoso e sofisticado para destruir Túrin, sua mãe Morwen e sua irmã Nienor.

O livro Os Filhos de Húrin é considerado a grande tragédia escrita por J.R.R. Tolkien, apresentando uma narrativa contínua e completa. Ao lado de Beren e Lúthien e A Queda de Gondolin, essa história é considerada um dos “Três Grandes Contos dos Dias Antigos” que estão resumidos no livro O Silmarillion.

Beren e Lúthien, embora publicado dez anos mais tarde, deve ser lido antes de Os Filhos de Húrin – uma vez que, no Silmarillion, essa história é contada primeiro e, no próprio livro Os Filhos de Húrin, a história de Beren e Lúthien é mencionada como se já tivesse ocorrido.

A Queda de Gondolin (2018)

Livro A Queda de Gondolin

A Queda de Gondolin narra a incrível jornada de Tuor, um homem de uma casa outrora nobre, que atualmente se esforça para escapar da escravidão e embarcar em uma busca épica por uma lendária e misteriosa cidade, da qual apenas boatos são conhecidos.

Essa mágica cidade é Gondolin, o último grande refúgio élfico que resiste bravamente ao domínio opressor de Morgoth, o Sombrio Inimigo do Mundo.

Abandonando para sempre a servidão e sua terra natal, Tuor sente em seu âmago que não está simplesmente vagando pelo desconhecido, mas que está sendo guiado pelos caminhos que se desvelam diante de si. Essa fascinante história é considerada a quarta obra na sequência dos livros de O Senhor dos Anéis.

Contos Inacabados de Númenor e da Terra-Média (1980)

Livro Contos Inacabados de Númenor e da Terra-Média

Assim como todos os livros que foram lançados após a morte do autor, Os Contos Inacabados foram coletados e editados por Christopher Tolkien, filho e herdeiro literário, que proporciona um breve comentário sobre cada história, ajudando o leitor a preencher as lacunas e a situar cada uma no contexto dos demais escritos de seu pai. Essa obra estabelece conexões entre várias eras da Terra-Média e corresponderia ao quinto volume da sequência de livros de O Senhor dos Anéis.

Contos Inacabados de Númenor e da Terra-média é uma coletânea de narrativas que abrangem desde os Dias Antigos da Terra-Média até o desfecho da Guerra do Anel. O livro está dividido em três partes, sendo que cada seção corresponde a uma Era do mundo.

Entre os contos presentes, há um relato de Gandalf sobre como ele enviou os Anões para Bolsão, uma descrição minuciosa sobre a organização militar dos Cavaleiros de Rohan, e também uma versão alternativa da lenda dos filhos de Húrin e A Queda de Gondolin. Caso você já tenha lido os livros mencionados anteriormente, as histórias apresentadas na primeira parte desta obra podem se tornar um pouco repetitivas. Ainda assim, há muitos outros contos fascinantes que vão despertar sua curiosidade e imergir você ainda mais no universo de Tolkien na Terra-Média.

O ponto mais forte do livro é referente à fascinante ilha de Númenor e à detalhada narrativa da Segunda Era, exatamente o período abordado pela série “Anéis do Poder” da Amazon Prime. Este intervalo de tempo é notoriamente escasso em informações na mitologia de Tolkien, sendo a maior parte das referências encontradas em “Contos Inacabados”. Nessa obra, você encontrará histórias como a de Aldarion e Erendis, a esposa do marinheiro, além de explorar as longas eras de Númenor antes de sua queda. Além disso, você terá um mergulho nos intrigantes temas dos Cinco Magos, das Palantíri e da lendária história de Amroth.

Situado no Grande Mar e presenteado aos Homens da Terra-média como gratidão por sua ajuda aos Valar e aos Elfos na derrota e captura de Morgoth, o Senhor Sombrio, o reino de Númenor se tornou uma potência em influência e riqueza. No entanto, o crescente poder dos numenoreanos inevitavelmente acabaria semeando sua própria queda, culminando na lendária Última Aliança de Elfos e Homens.

Para os fãs da nova série da Amazon, será possível reconhecer em alguns desses contos apresentados na parte 2 alguns aspectos apresentados na adaptação televisiva. Isso se deve ao fato de que, além das histórias originais, no livro também temos acesso a um conto que narra um pedido de socorro do rei élfico da Terra-Média, Gil-galad, para Númenor, solicitando ajuda no combate a Sauron. Impressionante, não é mesmo?

E é importante lembrar que Galadriel, que se tornou a personagem principal de Anéis do Poder, também aparece em outros livros, como Silmarillion e A Sociedade do Anel. Na Floresta, ela encontra Frodo em uma cena que ficou eternizada no cinema, certamente você se recorda disso.

Além dessas fascinantes narrativas, na parte 2, encontramos uma grande linha do tempo que traz informações sobre os reis e rainhas de Númenor, suas datas de reinado, feitos e pequenos comentários. Uma verdadeira mina de conhecimento!

E ainda tem mais! Na terceira parte da obra, nos deparamos com contos sobre o surgimento de algumas cidades importantes para O Senhor dos Anéis, além de histórias envolvendo Sauron, Saruman e Gandalf. Prepare-se para uma verdadeira imersão nesse universo fantástico.

Agora sim, você terá uma experiência única ao mergulhar nesse mundo rico em histórias e detalhes. Não perca tempo, aventure-se agora mesmo nessas páginas repletas de magia e emocionantes aventuras.

A Queda de Númenor (2022)

Livro A Queda de Númenor

Os escritos de J.R.R. Tolkien sobre a Segunda Era da Terra-média são reunidos pela primeira vez em um único volume, posicionando-se, cronologicamente, como a sexta obra da sequência de livros de O Senhor dos Anéis – finalizada pelo tolkienista Brian Sibley. Esse compilado tem como base o fascinante O Conto dos Anos presente no Apêndice B de O Retorno do Rei.

Essa obra promete encantar especialmente os fãs de Anéis do Poder, uma vez que A Queda de Númenor narra detalhadamente o “afogamento” da cidade lendária, esse elemento intrigante que também é explorado nas visões da enigmática rainha-regente Míriel na renomada série da Amazon Prime. Além disso, é muito provável que o estrondoso sucesso da série tenha influenciado a publicação dessa obra.

Em resumo, durante um determinado momento da Segunda Era, Sauron retorna a Mordor com o objetivo de reconstruir suas forças, o que inicia uma série de embates com os poderosos numenorianos. Movidos por uma determinação ímpar, os numenorianos decidem retornar à Terra-média com uma grandiosa força militar. A magnitude de seu exército é tão impressionante que obrigam Sauron a render-se temporariamente (mas, é claro, ele já começa a maquinar um plano sombrio para buscar vingança contra aquele ousado povo). Contudo, o vilão é capturado e levado como prisioneiro para a ilha de Númenor, onde, graças à sua incrível capacidade de manipulação e persuasão, ele logo estará influenciando profundamente a política e o destino dessa nação tão emblemática.

O rei da cidade, influenciado por Morgoth, acaba convencido a adorá-lo. A icônica árvore branca de Nimloth (também retratada na série) é cortada e sua madeira é utilizada para acender o primeiro fogo no altar de um poderoso templo construído em Armenelos. Além disso, Sauron consegue persuadi-lo a atacar os Valar com o objetivo de tomar as Terras Imortais.

Diante da direção que Númenor estava tomando, Amandil, o senhor de Andúnië, se retira para Rómenna e convoca mais Fiéis a segui-lo. Ele persuade seu filho Elendil (também retratado na série) a se preparar para a iminente queda de Númenor e parte rumo a Valinor. Elendil, por sua vez, decide ficar para reunir mais Fiéis e preparar navios para uma fuga eminente.

Um desastre sem precedentes atinge Númenor, naufragando sua frota de navios. Uma gigantesca nuvem em forma de águia surge sobre a ilha e, sob suas asas, um relâmpago atinge a terra. Sauron, que permanece no Templo durante o desastre, sai ileso.

Os Fiéis conseguiram escapar da catástrofe e, liderados por Elendil e seus dois filhos, Isildur e Anárion, partiram para a Terra-média. Levavam consigo preciosas possessões como o Palantíri e o Anel de Barahir. No entanto, devido à turbulência causada pela destruição de Númenor, os navios foram separados, resultando no desembarque de Elendil em Lindon, enquanto Isildur e Anárion foram levados para o sul.

Enquanto isso, o plano de Sauron para destruir Númenor foi surpreendentemente bem-sucedido. Embora tenha sido apanhado pela inundação, ele conseguiu escapar e, em algum momento, retornou à Terra-média, acreditando que não teria mais oposição.

O Hobbit (1937)

livro O Hobbit

Imediatamente anterior à sequência de livros de O Senhor dos Anéis, ‘O Hobbit’ conquistou um sucesso imediato quando foi publicado em 1937. Desde então, este livro cativante vendeu milhões de cópias em todo o mundo, estabelecendo-se como um clássico moderno que tem influenciado inúmeras gerações.

A história deste incrível livro gira em torno do personagem Bilbo Bolseiro, um hobbit que desfruta de uma vida confortável e sem grandes ambições. No entanto, tudo muda quando ele é surpreendido pela chegada do mago Gandalf e uma companhia de Anões, que o convidam para embarcar em uma expedição cheia de perigos e aventuras emocionantes.

O grupo tem um plano audacioso: roubar o tesouro guardado por Smaug, o Magnífico, um dragão imenso e perigoso. Apesar de sua relutância inicial, Bilbo decide se juntar a eles e acaba surpreendendo a todos, inclusive a si mesmo, com sua astúcia e habilidades de ladrão.

A narrativa detalhada e envolvente deste livro transporta os leitores para um mundo fantástico, repleto de personagens cativantes e cenários deslumbrantes. Com sua escrita rica e cativante, ‘O Hobbit’ é uma leitura imperdível para aqueles que apreciam a fantasia épica e as histórias cheias de aventuras emocionantes.

Portanto, não é à toa que este livro se tornou um clássico moderno e uma referência influente na literatura contemporânea. Prepare-se para embarcar nesta jornada incrível e descobrir por que ‘O Hobbit’ é tão amado e apreciado em todo o mundo.

O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (1954) 

Livro O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel

O volume inicial da sequência de livros de O Senhor dos Anéis, lançado originalmente em julho de 1954, foi um marco na história da fantasia moderna, conquistando milhões de leitores e estabelecendo um padrão de referência para todas as obras do gênero até os dias de hoje. A imaginação brilhante de J.R.R. Tolkien e seu profundo conhecimento das antigas mitologias europeias permitiram-lhe criar um universo tão vasto e envolvente quanto o nosso mundo real.

A Sociedade do Anel inicia-se no Condado, uma pacata região rural no oeste da Terra-média, onde vivem os humildes hobbits. Bilbo Bolseiro, um dos raros aventureiros desse povo, cujas incríveis jornadas foram narradas em O Hobbit, decide partir do Condado, deixando sua considerável herança nas mãos de seu jovem parente Frodo.

O legado de Bilbo é sem dúvida o item mais importante de todos, o anel mágico que ele costumava utilizar para se tornar invisível. No entanto, Frodo, um dos companheiros de aventuras do velho hobbit, recebe a revelação chocante por parte do mago Gandalf. Ele descobre que o objeto em questão é nada menos que o Um Anel, a raiz do poder demoníaco de Sauron, o terrível Senhor Sombrio que deseja escravizar todos os povos da Terra-média.

A única forma de eliminar completamente a ameaça representada por Sauron é destruir o Um Anel nas entranhas da própria montanha de fogo, na qual ele foi forjado.

Após essa revelação, Frodo e seus fiéis companheiros hobbits Sam, Merry e Pippin decidem arriscar tudo e deixar para trás a segurança do Condado, iniciando assim uma jornada perigosa e repleta de desafios rumo ao leste. Juntos, eles se unem a representantes dos outros Povos Livres que também resistem ao Senhor Sombrio, formando assim a incrível Sociedade do Anel.

Agora, é com grande alegria que anunciamos o lançamento das tão aguardadas capas temáticas da série “Os Anéis de Poder”. Vale mencionar que os eventos narrados nessa série ocorrem cerca de 6 mil anos antes dos acontecimentos descritos em “O Senhor dos Anéis”. No entanto, suas consequências são imensas e continuam a repercutir pela Terra-média até o exato momento em que Frodo e seus valentes companheiros partem rumo a Mordor, com o objetivo final de finalmente destruir o temido Um Anel.

A sábia e plácida Senhora da Floresta Dourada que encontramos em A Sociedade do Anel é diferentemente descrita da Galadriel amazona e atlética que veremos na adaptação, mas saiba que ambas são a mesma pessoa em diferentes fases da vida. Além disso, Elrond, o meio-elfo Senhor de Valfenda, simboliza a sabedoria ao final da Terceira Era e se torna um poderoso líder militar sob o estandarte de Gil-galad durante a Segunda Era.

Também vale mencionar que os servos das Trevas têm diferentes nomes e rostos, antes de vermos Sauron em sua terrível forma.

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (1954) 

Livro O Senhor dos Anéis: As Duas Torres

O segundo volume da sequência de livros de O Senhor dos Anéis, considerado o mais importante épico de fantasia moderno, conta a história dos diferentes caminhos seguidos pelos membros da Sociedade do Anel em sua luta para derrotar Sauron, o Senhor Sombrio da terra de Mordor, e destruir o Um Anel, que contém a maior parte do poder do tirano demoníaco imaginado por J.R.R. Tolkien.

Um ataque-surpresa interrompe a jornada conjunta da Sociedade do Anel. Por um lado, o grupo formado pelo elfo Legolas, pelo anão Gimli e por Aragorn, o herdeiro da realeza dos Homens, precisa resgatar os jovens hobbits Merry e Pippin, que foram capturados por guerreiros-órquicos. A busca pelos companheiros perdidos leva os três a confrontar os cavaleiros do reino de Rohan e o mago renegado Saruman, que também deseja o Um Anel para si.

Enquanto isso, do outro lado das montanhas, Frodo e Sam estão em busca de um caminho para entrar em Mordor e chegar até a montanha onde o Anel foi forjado, o único local onde ele pode ser destruído. Nessa missão, eles recebem a ajuda de seu aliado mais improvável: Gollum, a criatura que já foi dona do Anel por centenas de anos e que ainda é consumida pelo desejo de tê-lo novamente, corpo e alma.

Com cenas cativantes que mesclam o heróico e o intimista, o sublime e o cômico, As Duas Torres abriga algumas das criações mais inesquecíveis da imaginação brilhante de J.R.R. Tolkien. Neste mundo fantástico, somos apresentados aos gigantescos Ents, seres tão majestosos quanto imponentes, e também mergulhamos na cultura nobre e belicosa do povo de Rohan, que desperta fascínio e admiração.

Ao imergir na série do Prime Vídeo e na leitura dos livros de J.R.R. Tolkien, somos envolvidos pelos contrastes marcantes entre a Segunda Era, um período de pungente esplendor para todos os Povos Livres, como Homens, Elfos e Anões, e a decadente Terceira Era que se aproxima perigosamente da destruição total da Terra-média.

Em Os Anéis de Poder, somos transportados para um Reino de Lindon poderoso, onde Moria e Eregion estabelecem uma aliança inesperada. Nos livros, porém, a beleza desta era antiga permanece apenas nos Portos Cinzentos e em Valfenda, resquícios desse esplendor que já foi tão grandioso.

Deixe-se envolver por este universo vasto e deslumbrante, onde a complexidade dos personagens e a riqueza dos cenários o transportarão para uma aventura épica que além de entreter, também nos faz refletir sobre os ciclos do tempo e as escolhas que moldam o destino de um mundo.

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (1955)

Livro O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei

A guerra épica entre os Povos Livres da Terra-média e Sauron, o Senhor Sombrio da terra de Mordor, atinge o clímax emocionante no último volume da estimada sequência de livros de O Senhor dos Anéis.

As grandiosas e iminentes batalhas não passam de um pano de fundo para o verdadeiro drama: a missão quase suicida dos corajosos hobbits Frodo e Sam, que se arriscam entrando no coração do território inimigo para destruir o Um Anel, a fonte do poder de Sauron.

Em O Retorno do Rei, somos transportados para a majestosa Minas Tirith, outrora o baluarte principal dos Homens contra a ameaça de Sauron.

Nessa cidade exuberante, o mago Gandalf e o hobbit Pippin desempenham um papel crucial na tentativa desesperada de salvar a cidade da ruína certa perante a assustadora força do Senhor Sombrio.

Além disso, outros membros corajosos da Sociedade do Anel se juntam a Aragorn, o herdeiro da linhagem real de Minas Tirith, em uma última resistência para preservar a antiga capital do reino de Gondor de um destino terrível.

Nas vastas fronteiras de Mordor, Sam, em um ato heróico, resgata Frodo, dando início à última etapa da sua jornada rumo ao Monte da Perdição. Essa jornada, testando os limites do corpo e da mente dos pequenos heróis, promete desafiar a sua coragem e determinação.

Para além disso, o livro também nos presenteia com inúmeros apêndices, nos quais Tolkien explora minuciosamente detalhes da história, das línguas, dos alfabetos e até mesmo dos calendários do seu mundo ficcional.

Em “O Retorno do Rei,” que é o terceiro e último volume de “O Senhor dos Anéis,” somos envolvidos em um confronto épico entre as forças de Sauron e os Homens livres de Gondor e Rohan.

Enquanto Frodo e Sam se escondem nas profundezas de Mordor, lutando com todas as suas forças para destruir o Um Anel do Senhor Sombrio, somos levados a uma série paralela de eventos intitulada “Os Anéis de Poder”.

É nessa série que poderemos mergulhar na fascinante história da criação dos anéis e, mais especificamente, na batalha travada em torno deles.

Após quase serem esmagados pelas forças de Sauron, Elfos e Homens se unem na Última Aliança e marcham juntos para a batalha, marcando assim o fim da Segunda Era.

A destruição dos reinos élficos e de Moria completam o cenário melancólico que definirá toda a Terceira Era, conforme retratado nas páginas de “O Senhor dos Anéis”.

Quase metade de O Retorno do Rei consiste nos Apêndices, que são textos adicionais que podem ser lidos separadamente e detalham vários aspectos da Terra-média de J.R.R. Tolkien.

Esses Apêndices deram origem a todas as obras adaptadas postumamente por seu filho e outros autores.

Começamos com um breve resumo da Primeira Era no Apêndice A e depois passamos para o Apêndice B, onde estão as informações mais importantes usadas para criar a série Os Anéis de Poder, incluindo um cronograma dos principais eventos que ocorreram durante mais de 3 mil anos da Segunda Era, bem como os outros 3 mil anos da Terceira Era.

Nos Apêndices seguintes, são abordados diferentes pontos, completando o grande quadro estabelecido em O Hobbit.

Finalizando

De modo geral, ler os livros de Tolkien em ordem cronológica ajuda a compreender toda a amplitude e profundidade de seu mundo.

Fazer isso é uma experiência inestimável que mergulha os leitores em seus personagens, criaturas e lugares fantásticos.

Quer você comece com a trilogia “O Senhor dos Anéis” ou passe diretamente para os livros de “A História da Terra Média”, certifique-se de seguir um guia de leitura adequado para retomar facilmente de onde parou nesse universo incrível.

Por meio de montes de aventura e emoção de virar a página, o universo de Tolkien combina ficção científica, mitologia antiga e fantasia que podem transportar uma pessoa de sua realidade diretamente para uma busca amada.

Permita-se explorar tudo isso embarcando na jornada na sequência correta – Leia a magnífica jornada mágica com novos olhos hoje mesmo!

Artigos Relacionados

5/5 - (2 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *